Fique atualizado com o

Motiva Gente News
recent

Trabalhadores esquecem dinheiro do PIS/Pasep.

Quem possui cartão cidadão pode se dirigir a um caixa eletrônico ou casa lotérica e retirar o dinheiro até a próxima sexta

Mais de 900 mil trabalhadores em todo o país com direito ao abono salarial do PIS/Pasep, ano-base 2014, ainda não sacaram o benefício. São mais de R$ 800 milhões à disposição dos beneficiários cujo valor corresponde a um salário mínimo (R$ 880). O prazo final para o saque do benefício nas agências bancárias – final mesmo, já que ele foi prorrogado mais de uma vez – termina na próxima quinta-feira nas agências bancárias. Quem possui cartão cidadão pode se dirigir a um caixa eletrônico ou casa lotérica e retirar o dinheiro até a sexta, quando as agências já estarão fechadas para balanço de final de ano. O PIS é pago na Caixa Econômica aos trabalhadores da iniciativa privada. Já o Pasep é recebido pelos empregados do setor público e pago no Banco do Brasil.

A princípio, o prazo de pagamento do abono relativo a 2014 terminaria em 30 de junho. Em setembro, foi ampliado para o último dia útil do ano. São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Minas Gerais são os estados que têm maior número de saques pendentes. Em Pernambuco, 17.402 “esqueceram” de retirar o dinheiro ou então não sabem que têm direito ao benefício. Pode receber o abono quem trabalhou com carteira assinada por ao menos 30 dias em 2014, ganhando até dois salários mínimos. É preciso ter inscrição no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos e nome informado pelo empregador na Rais (Relação Anual de Informações Sociais).

Dá para consultar no site do Ministério do Trabalho (www.trabalho.gov.br/abono-salarial), quem tem direito ao benefício. Basta inserir CPF ou número do PIS/Pasep e data de nascimento para fazer a consulta. Outra opção é a Central de Atendimento Alô Trabalho, que atende pelo número 158 e também dá informações sobre o PIS/Pasep. No total, nos 26 estados e Distrito Federal, até o último dia 20 faltavam 917.075 saques do abono de 2014. São R$ 802 milhões disponíveis, considerando o valor médio de saque individual, de R$ 874,84. “Num cenário de dificuldades e restrições pelo qual passam as pessoas, esse abono salarial poderá ser alento para muitos chefes de família em todo o país”, destaca o coordenador-geral do Seguro-Desemprego, Abono Salarial e Identificação Profissional do Ministério do Trabalho, Márcio Borges.

Um levantamento por regiões e estados mostra que, dos 1,2 milhão de trabalhadores que não fizeram o saque no prazo inicial, São Paulo tem o maior número de saques ainda pendentes. São 353.054 trabalhadores, de um total de 395.188 com direito ao abono de 2014, que estão deixando o benefício para trás. Apenas 42.134 (10,66%) deles retiraram o valor. Em Pernambuco, 28.207 trabalhadores têm direito ao abono do PIS-Pasep. Do total, 10.805 foram pagos, o que equivale a R$ 4,49 milhões. O abono salarial 2016, referente ao ano-base de 2015, começou a ser pago em julho, conforme calendário definido pelo Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat). Os trabalhadores recebem os valores até 30 de junho de 2017.

Fonte: Diário de Pernambuco

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.