Fique atualizado com o

Motiva Gente News
recent

Os plugue dos carregadores de celular irão mudar

Quem nunca sofreu com plugues e carregadores que não encaixam, quebram e são caros e difíceis de trocar? Sabe aquela sensação de que cada saída de fio tem um formato e nunca é o que você precisa? Pois temos uma péssima notícia: vai piorar. Desencane de investir muito em novos acessórios, especialmente se você pretende trocar de celular em breve. 

Um novo formato chamado  Type-C (ou Tipo-C) chegou para substituir a querida porta de energia e troca de dados MicroUSB (ou Micro-B), que era usada em todos os celulares Android e facilitava muito a troca entre carregadores novos, antigos, originais e alternativos.

O processo, inclusive, já começou. Os novos modelos de smartphones já estão sendo vendidos com o Type-C -- caso dos Galaxy A5 e A7 (Samsung), Moto Z e Moto Z Play (Lenovo), Xperia XZ (Sony), Zenfone 3 e 3 Deluxe (Asus) e G5 SE (LG).

O novo formato de plugue foi oficializado em 2014 pelo USB Implementers Forum (USB-IF) --sim, existe uma entidade que cuida desse assunto, formada por empresas como HP, Intel e Microsoft. A MicroUSB era usada desde 2007.

A principal diferença do Type-C para o conector antigo é que ele é reversível, ou seja, o plugue pode ser encaixado de um lado ou de outro na saída do celular --como já acontece com os cabos Lightning, patentados pela Apple. Na MicroUSB existe um lado certo para o encaixe.
Cabo MicroUSB

O lado bom é que ela suporta correntes maiores e, por isso, permite carregamentos mais rápidos.

O ruim é que sofreremos com carregadores e plugues incompatíveis, e a oferta de produtos com a nova saída será menor --pelo menos por um tempo. Por exemplo, seu celular pode não encaixar mais na sua caixa de som. 

Mas por que o formato precisa mudar toda vez?

A MicroUSB transfere dados a 480 Mb/s, suporta até 5 volts e 500mA (2,5W), assim como o conector Lightning da Apple, pois ambos funcionam no padrão USB 2.0, mais lento para carregar e trocar dados. O Type-C usa o padrão mais novo, o 3.1, e por isso chega a 10 Gb/s, suporta até 20 volts e 5 Amperes, ou seja, 100W de potência. 
Porta Type-C do Asus Zenfone 3

Mesmo que um mercado inteiro de carregadores e acessórios tenha que ser adaptado toda vez, empresas e especialistas acreditam que o transtorno vale a pena, porque traz vantagens técnicas.

"Os avanços das tecnologias são importantes. A velocidade, transmissão e redução no tempo da carga da bateria vão compensar o sacrifício"

João Carlos Lopes Fernandes, professor de Engenharia de Computação do Instituto Mauá de Tecnologia

Segundo o especialista, como os aparelhos que trazem a novidade são caros, o público que terá de se adaptar num primeiro momento "será diferenciado".

"Com o passar do tempo, quando o padrão se tornar 'popular', ninguém vai se chatear", diz.

Marcelo de Oliveira Parada, professor de Engenharia Elétrica do Centro Universitário FEI, também defende a mudança: "Pode ser um pouco desagradável por um período, mas logo estaremos acostumados. Por enquanto, o uso de adaptadores resolverá o problema sem maiores transtornos".

Foi o que fez a Samsung, por exemplo. A linha Galaxy A 2017, que conta com Type-C, vem com um adaptador.

"[A Type-C] tem uma comunicação mais avançada entre dois dispositivos. Você poderá, por exemplo, colocar o cabo no laptop e no celular. E, em vez do celular carregar, poderá ocorrer o inverso: o laptop ser carregado", diz Renato Cerquetti, gerente de negócios da Sony no Brasil.

O que ninguém parece considerar, no entanto, é que normalmente usamos mais de um carregador de celular, por exemplo --um no quarto, um no trabalho, um no carro, um na sala etc. É uma mudança que pode dar trabalho e custar caro para ousuário se adaptar.

Renato Arradi, diretor de produtos de celular da Lenovo no Brasil, ressalta ainda que não dá para saber quanto tempo vai demorar para a tal popularização da nova entrada. 

Fonte: UOL

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.