Fique atualizado com o

Motiva Gente News
recent

Pernambucano teve perda salarial em 2016

Na região Sul, diferentemente, reajuste iguais à inflação foram verificados em 65%

Após 12 anos de ganhos reais, o reajuste médio do salário do trabalhador em 2016 foi menor que a inflação. Dados do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) revelam que 37% dos trabalhadores tiveram perdas salariais, enquanto 44% e 19% conquistaram reposição da inflação e ganho real, respectivamente. Em Pernambuco, apenas 8,7% usufruíram do ganho real.

A perda salarial atingiu 47,8% dos trabalhadores e a reposição 43,5%. “Quando olhamos para o intervalo de 2005 a 2014, 70% tiveram ganhos reais durante as negociações salariais, em virtude do crescimento econômico. A partir de 2015, começamos a perceber uma reversão por conta da queda do Produto Interno Bruto (PIB), que em 2015 caiu 3,8% e, em 2016, 3,06%”, segundo a supervisora técnica do Dieese, Jackeline Natal.

Nas regiões Norte, Nordeste, Centro-Oeste e Sudeste predominaram reajustes salariais abaixo da inflação, situados em uma proporção entre 41% e 48% do total de negociações de cada região. Na região Sul, diferentemente, reajuste iguais à inflação foram verificados em 65% das negociações analisadas.

Fonte: Folha PE

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.