Fique atualizado com o

Motiva Gente News
recent

Novas eleições em Ipojuca ocorrem com tranquilidade


Ipojuca volta às urnas neste domingo. População de Ipojuca terá de escolher, neste domingo, entre três candidatos a novo prefeito

Eleitores de Ipojuca não se intimidaram com a chuva e estavam desde cedo na fila para votar. A faxineira Maria Bernadete dos Anjos chegou às 7h30 na Escola Joaquim do Rêgo Cavalcanti. "Eu preferi vir logo cedo e ficar livre pra cuidar de minha neta neste domingo", disse. 

O candidato Carlos Santana (PSDB) vota às 9h, em Nossa Senhora do Ó. Célia Sales (PTB) participa da votação às 10h, na escola Domingos Albuquerque. Já Olavo Aguiar (PTN) irá votar pela manhã, sem horário definido, em Maracaípe.

Em função do clima de tensão na cidade, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) pediu reforço policial ao governo do estado e 150 policiais militares estão no município, além de duas equipes da Polícia Federal. Caso algum morador presencie alguma irregularidade, o TRE pede para denunciar imediatamente. A queixa pode ser feita pela plataforma digital da Justiça Eleitoral, batizada de Pardal, criada para registrar as fraudes eleitorais.

Novas eleições

As novas eleições foram convocadas após a eleição de outubro ter sido anulada pela Justiça Eleitoral. Desta vez, o confronto será entre três candidatos, sendo que duas dessas campanhas têm como pano de fundo a disputa entre duas forças políticas no estado com reflexo na eleição de 2018. O ex-prefeito Carlos Santana (PSDB) tentará a reeleição com o apoio do governador Paulo Câmara (PSB). A dona de casa Célia Sales (PTB) conta com o empenho do senador Armando Monteiro Neto (PTB), um dos principais líderes da oposição no estado, e da simpatia do ex-presidente Lula (PT). Já o ex-presidente da Câmara de Vereadores do município, Olavo Aguiar (PTN), corre por fora e se intitula como candidato independente.

Na eleição ocorrida em outubro de 2016, o empresário Romero Sales (PTB), marido de Célia Sales, venceu a eleição para Carlos Santana, mas o resultado foi anulado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) por abuso de poder econômico. Impedido legalmente, Sales aposta todas as fichas na campanha de sua esposa Célia. Além do senador Armando Monteiro e do apoio do ex-presidente Lula, que chegou a gravar um vídeo em favor da petebista, Célia Sales conta ainda com a ajuda dos deputados federais Sílvio Costa (PTdoB) e Ricardo Teobaldo (PTN). “Esses apoios são muito importantes. Lula foi o presidente que mais trouxe desenvolvimento para o Nordeste e Pernambuco. Tem sido um eterno aliado do povo ipojucano”, disse Célia.

Fonte: Dário de Pernambuco

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.