Fique atualizado com o

Motiva Gente News
recent

Com ajuda de drone, Polícia prende três por assalto na Imbiribeira

Dos três detidos, apenas um confessou a ação. Os outros dois negam até que se conhecem.

A Polícia Civil de Pernambuco (PC-PE) cumpriu três mandados de prisão preventiva contra um grupo que assaltou uma distribuidora de água no bairro da Imbiribeira, Zona Sul do Recife. Um drone auxiliou toda a operação. As informações foram divulgadas em entrevista coletiva na tarde desta quinta-feira (1º).

A nova tecnologia auxiliou todo o planejamento da operação, desde a identificação dos suspeitos até a prisão. "O uso do drone foi bastante positivo porque conseguimos analisar previamente o local da abordagem e monitorar em tempo real as possíveis rotas de fuga, o que culminou no êxito na captura dos suspeitos", avaliou o delegado Carlos Couto.

Segundo o delegado, o terreno onde a operação foi realizada, na UR 3, Ibura, Zona Sul do Recife, oferecia várias dificuldades à polícia e justificava o uso do drone. "A própria casa do suspeito era distante cerca de 50 metros do muro da entrada. Enquanto a polícia chegava, ele poderia ser alertado por alguém, pular o muro de outras casas, que são baixos, e fugir", aponta o delegado.

O assalto à distribuidora de água na Imbiribeira aconteceu no dia 27 de outubro de 2016. Seis homens atuaram na ação, três deles portando arma de fogo e colete à prova de balas. A polícia afirmou que os suspeitos chegaram em dois carros, renderam dez funcionários da empresa e seguiram para o cofre.

"Na confissão, um dois suspeitos disse que recebeu a informação de um ex-funcionário do depósito que havia R$ 5 mil no cofre e o grupo realmente aparentava ter conhecimento das dependências da empresa", disse Carlos Couto.

Dos três detidos nessa terça-feira (30), apenas um confessou a ação. Os outros dois negaram até que se conheciam. Eles foram identificados como Clayton dos Santos Silva, Nielson Timóteo da Silva e Jerônimo Faustino dos Santos. A polícia procura agora os outros três suspeitos. Um deles é Thiago Guedes Andrade, que responde a dois processos por homicídio e está foragido desde 2015.

Fonte: UOL

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.