Fique atualizado com o

Motiva Gente News
recent

Em Caruaru, FBC lança nova frente das oposições contra PSB e PT

Um dia depois de faltar ao Congresso do PSB, no Recife, o senador Fernando Bezerra Coelho, dissidente do PSB, aproveitou um discurso na cidade de Caruaru, ao lado de quatro ministros de Temer e de Armando Monteiro (PTB), no mesmo palanque, para defender a criação de uma nova frente política no Estado de Pernambuco. FBC fez referências a Eduardo Campos, que uniu as cidades de Caruaru e Petrolina na sua primeira eleição, em 2006.

“Em 2006, as cidades de Caruaru e Petrolina se levantaram a favor de uma campanha que parecia impossível, mas foi Caruaru e Petrolina que se aglutinaram para armar uma frente política que se fez vitoriosa e marcou os últimos anos da política pernambucana. Oxalá, Caruaru e Petrolina tenhamos mais uma vez se unindo para poder anunciar que Pernambuco espera um novo tempo, de trabalho, de progresso, de construção e de transformação”, afirmou, FBC dirigindo-se a João Lyra, ex-aliado dos socialistas no Estado e ex-vice de Eduardo Campos.

Não foi aleatório o encontro na capital do Agreste. Ele ocorre um dia depois de os aliados de Paulo Câmara, em Congresso do PSB, neste domingo no Recife, gritaram seu nome no projeto de reeleição para 2018. Com o ato, os palanques das eleições estaduais vão ficando definidos.

No mesmo evento, o senador pareceu dar recados aos aliados socialistas, um dia depois que o presidente Nacional do PSB, Carlos Siqueira, puxou um coro de fora Temer no evento partidário, enquanto ressaltava o trabalho dos ministros pernambucanos no governo Temer.

“Quando alguns colocam suas vozes só para sublinhar as críticas, é importante respaldar quem traz recursos para colocar Pernambuco para frente”, afirmou.
“Estamos vivendo um período de crise ética, política e econômica, que levou mais de 14 milhões de homens e mulheres ao desemprego. Aqui vemos o que o país precisa para sair da crise e voltar a crescer e tenho confiança que o pior ficou para trás”, disse o senador FBC, em outro momento.

“A maior cidade do interior de Pernambuco atraiu para Caruaru as maiores lideranças, em um quadra muito especial, com crise ética e econômica. No meio de tantas críticas, os ministros de Pernambuco resolveram se encontrar, ao lado de dois senadores do Estado, da bancada federal, para dizer e afirmar que, apesar das dificuldades, não tem descuidado de trazer recursos para desenvolver nossa terra. Há poucos dias, Bruno Araujo (Cidades) trouxe um bilhão para saneamento no Estado. Em Petrolina, vai financiar o maior programa de mobilidade do Sertão. É trabalho e compromisso”.

O pai estava animado, mas o filho, o ministro de Minas e Energias, Fernando Filho, não falou.

O senador FBC também saiu em defesa do governo Temer. “O Brasil está começando a superar a crise. Foi preciso muita determinação e persistência para se reencontrar. o Brasil deixou de desempregar. Já contrata mais do que demite. É pouco ainda, para o tamanho da nossa economia. Na sexta-feira vem os dados do PIB e pelo segundo semestre, o Brasil vai revirar a página da recessão”, discursou.

Fonte: Blog do Jamildo

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.