Fique atualizado com o

Motiva Gente News
recent

Jovem é apreendido suspeito de matar ex-cunhada de 16 anos que estava grávida

Crime aconteceu em São Lourenço da Mata, na Região Metropolitana do Recife, na noite da última quarta-feira (23)

Um adolescente de 15 anos foi apreendido em flagrante, nesta quinta-feira (24), em Camaragibe, na Região Metropolitana do Recife (RMR), suspeito de matar a facadas a ex-cunhada grávida de dois meses. O crime aconteceu na noite da última quarta (23), na casa da vítima, em São Lourenço da Mata, também na RMR. Camila Maria Moura, 16 anos, levou três golpes de faca no peito. A apreensão foi realizada com a ajuda da mãe do suspeito, que o convenceu a se entregar à polícia.

O jovem é ex-companheiro da irmã de Camila e não aceitava o fim do relacionamento. "Ontem [quarta], por volta das 10h, ele chegou na cidade de São Lourenço e passou a procurar a ex-namorada, que se escondeu por saber que ele era um homem violento. Ele já vinha ameaçando ela de morte. Ela foi se esconder na casa da irmã, Camila, e ele foi até lá, insistindo com bastante agressividade. Camila foi a única a ter coragem de enfrentá-lo. Ela foi até o portão, na entrada da casa, e disse que a irmã se encontrava, mas que não queria falar com ele, e nesse momento ela foi atacada pelo adolescente", disse a delegada seccional de Camaragibe, Euricélia Nogueira.

Camila ainda chegou a ser socorrida e levada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de São Lourenço da Mata, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. Após o crime, o adolescente foi para a casa da mãe, em Itamaracá, no Litoral Norte, distante mais de 50 km do local do homicídio.

Segundo a delegada, a mãe do suspeito contribuiu com a apreensão. "Sabendo do comportamento do filho, que é uma pessoa extremamente perigosa, agressiva e que não demonstra nenhum tipo de remorso, ela meio que enganou ele, dizendo para ele ir a delegacia, se apresentar e que seria liberado. Ela percebeu que o filho era uma pessoa perigosa que precisava ser segregado”, explicou.

Ainda de acordo com a delegada, o suspeito não apresenta nenhum arrependimento por ter matado a ex-cunhada. "Ele saiu de Itamaracá com a faca, ameaçando a namorada, que estava escondida. Ele queria subtrair a vida dela, não fez porque a irmã a salvou com a própria vida. Na delegacia, ele continuou ameaçando os familiares, e disse que quando fosse solto, ele mataria o namorado da ex-namorada”, disse.

O adolescente prestou depoimento na Delegacia de Camaragibe, onde recebeu o auto de infração pelo homicídio. Ele será encaminhado para uma Unidade de Atendimento Inicial e depois o Ministério Público vai decidir se irá representar contra o suspeito.

Fonte: Folha PE

Um comentário:

Tecnologia do Blogger.