Fique atualizado com o

Motiva Gente News
recent

Temer começa a punir aliados de deputados infiéis

Após barrar denúncia de corrupção na Câmara, o presidente passou a redistribuir espaços entregues à base aliada no governo, para conseguir aprovar a reforma da Previdência

O governo exonerou o superintendente do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) em Santa Catarina como punição ao deputado Jorginho Mello (PR-SC), que votou contra o presidente Michel Temer na Câmara na última quarta-feira.

O engenheiro Vissilar Pretto ocupava o comando do órgão desde abril de 2014, apadrinhado por Mello. A portaria com a exoneração do superintendente foi publicada na última sexta-feira (4), no Diário Oficial da União. Fontes do Palácio do Planalto confirmaram que trata-se de uma retaliação a deputados da base aliada que votaram a favor da denúncia por corrupção passiva contra Temer encaminhada pela Procuradoria-Geral da República.

O governo conseguiu rejeitar a denúncia no plenário, mas 89 parlamentares de partidos governistas votaram contra o presidente. Dos 39 deputados do PR, nove votaram contra o relatório que recomendava a rejeição da denúncia. Jorginho Mello foi um deles.

O PR comanda o Ministério dos Transportes e distribuiu as superintendências regionais do Dnit entre seus parlamentares. A cúpula do partido pressiona o governo para demitir outros aliados dos deputados que "traíram" Temer no plenário, para que os cargos possam ser distribuídos aos parlamentares "fiéis". Uma das vagas em questão é a diretoria de Administração e Finanças do Dnit, cujo atual ocupante foi indicado pelo deputado Wellington Roberto (PR-PB), que também votou contra Temer.

Fonte: Folha PE

Um comentário:

  1. E continua o ladrão a trocar cargos;para mais ladrões comecem a terminar de roubar o resto do nosso dinheiro. Mas vai um recado para os deputados ladrões e corruptos e senadores também;iremos esperar vossas candidaturas na próxima eleição;inclusive o deputado da minha cidade e os três senadores do meu estado. O povo vai lhes dar o que a justiça não lhes deu.

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.