Fique atualizado com o

Motiva Gente News
recent

Pernambuco registra, este ano, mais de mil casos de sífilis transmitida de mãe para filho

A doença é de fácil diagnóstico e tem tratamento disponível gratuitamente no Sistema Único de Saúde

Este ano, Pernambuco registrou, até setembro, 1.022 casos de sífilis congênita, quando a transmissão ocorre da mãe para o bebê durante a gestação. Para reforçar a importância da prevenção e do diagnóstico precoce, a Secretaria Estadual de Saúde (SES), em parceria com a CBTU, promove, nesta sexta-feira (20) das 7h às 9h, distribuição de camisinhas, lubrificante e material informativo na Estação Central de Metrô do Recife, no bairro de São José, região central da cidade.

Também haverá um vídeo-debate no auditório da SES, das 10h às 11h30. As atividades são alusivas ao Dia Nacional de Combate à Sífilis, celebrado no sábado (21). “Vivenciamos uma epidemia no Brasil e temos notado um aumento no número de casos​ no nosso Estado​. Por isso, a necessidade de informar a população sobre o assunto e incentivar o uso de camisinha em todas as relações sexuais, maneira mais eficaz de evitar essa e outras infecções sexualmente transmissíveis”, afirma o coordenador do Programa Estadual de Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST/Aids), François Figueiroa.

A sífilis é uma doença infectocontagiosa sistêmica, de evolução crônica, causada pelo "Treponema pallidum", transmitida, principalmente pela via sexual. A doença é de fácil diagnóstico e tem tratamento disponível gratuitamente no Sistema Único de Saúde (SUS). Se diagnosticada durante a gestação, a enfermidade tem cura, evitando a transmissão para a criança. De acordo como Ministério da Saúde, todas as gestantes devem realizar teste para sífilis na primeira consulta, repetindo o teste no terceiro trimestre (em torno de 28 semanas) e no momento do parto.

Fonte: Folha PE

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.