Fique atualizado com o

Motiva Gente News
recent

Pabllo Vittar rompe com marca após dono declarar apoio a Bolsonaro

Em seu primeiro single do seu segundo álbum, "Problema Seu", Pabllo Vittar aparece no clipe usando botas da marca de Vicennzza.

O apoio do empresário catarinense Victor Vicenzza, dono de uma grife de calçados, ao candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL) marcou o fim de uma parceria antiga entre a marca e Pabllo Vittar, 23. Após descobrir o posicionamento político do empresário, Vittar encerrou a parceria e fez um pronunciamento sobre o assunto.

Em seu primeiro single do seu segundo álbum, "Problema Seu", Pabllo Vittar aparece no clipe usando botas da marca de Vicennzza. "Desde o início da minha carreira, sempre soube que seria muito difícil conseguir apoio de marcas que queriam se relacionar com uma artista LGBTQIA+ drag que sou. Muitas portas se fecharam, mas algumas se abriram e com isso trabalhei até então com parceiros que sou muito grata. Deixo aqui meu agradecimento de apoio até agora, mas não poderia aliar meu trabalho a um discurso que deixa claro não se importar com os diretos humanos de toda comunidade LGBTQIA+ da qual faço parte", escreveu a cantora em seu Insta Stories (ferramenta de compartilhamento de imagens que desaparecem em 24 horas).

A artista lembrou ainda que existem outros trabalhos já finalizados em que ela usa peças da marca. "Adianto que foram produzidos alguns trabalhos já finalizados e distribuídos digitalmente, desse meu novo álbum, que contém peças de marcas que, a partir de agora, não vinculo mais a minha imagem."

Logo após a declaração de Pabllo Vittar em suas redes sociais, a marca também publicou na noite deste sábado (1°) um pronunciamento. Nele, o empresário Victor Vicenzza afirma que "luta contra todo tipo de preconceito desde a criação desta empresa. Isso não mudou e não mudará!"

O empresário disse ainda que "acredita que Bolsonaro é o único candidato apropriado para liderar esta nação. Dessa forma decidi apoiar publicamente a candidatura de Jair Messias Bolsonaro".

"Quanto a questão de oportunismo, quero deixar claro minha opinião. Para que a minha, ou qualquer outra empresa, continue operando de forma sustentável, é necessário lutar contra todas as ideologias socialistas e comunistas que invadiram o país. Sendo assim, aproveito esta oportunidade para posicionar-me. Pink Money. Se eu, Victor, estivesse exclusivamente pensando em dinheiro, sob hipótese alguma, manifestaria publicamente meu posicionamento político. Estou junto na sua luta, por uma nação grande, próspera e unida ", diz o comunicado. 

Fonte: Folha PE

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.