Fique atualizado com o

Motiva Gente News
recent

No Recife, CTs de Sport e Náutico não estão regularizados

Embora não possuam atestado de regularidade do Corpo de Bombeiros, centros de treinamento têm estruturas recentes, que não geram preocupação

Como não poderia ser diferente, a tragédia ocorrida no Ninho do Urubu ecoou por todo o Brasil. Procedimentos e alojamentos em Centros de Treinamento do País começam a ser revistos e a precaução é a pauta da vez. No Recife, Sport e Náutico também possuem CTs. E ambos não possuem o atestado de regularidade do Corpo de Bombeiros. Entretanto, não há motivos para preocupação, pois os dois espaços têm estruturas consideravelmente diferentes em relação ao do Flamengo. Já o Santa Cruz ainda está construindo o seu CT. O Arruda conta com alojamento para as categorias de base do Tricolor. 

"Tanto o CT do Sport quanto o do Náutico, hoje, não possuem um atestado de regularidade. Mas isso não quer dizer, de manheira nenhuma, que eles ofereçam risco a quem ocupa aquele espaço ali. Eles estão buscando a regularidade. Muitas vezes não conseguem ter o atestado, tanto uma empresa quanto um clube, por conta de correções que ainda vão fazer, que pode ir desde iluminação de emergência, sinalização, altura de corrimão, enfim... são detalhes", afirma o tenente-coronel Dantas, do Corpo de Bombeiros de Pernambuco.

De acordo com o especialista, a situação ocorrida no Rio é praticamente impossível de se repetir por aqui. "Não há de se comparar a estrutura daqui com a do Flamengo. Os CTs de Sport e Náutico são isolados, são recentes, são casos totalmente distintos. Até porque, no ato da vistoria, se for constatado qualquer risco iminente, o bombeiro adota a providência de imediato. Mesmo não dando o atestado, ele adota as providências. A providência, por enquanto, é de não dar o atestado, até que eles cumpram as exigências em sua totalidade", explica.

Segundo o vice-presidente do Náutico, Diógenes Braga, o CT alvirrubro é capacitado para alojar garotos. “Nossa estrutura mudou um pouco nos últimos anos e o local está passando por algumas reformas. A estrutura foi construída especificamente para receber atletas, com refeitório, parte de recreação, dormitório...Poderíamos ter até 45 atletas no alojamento, mas não usamos o espaço em toda a capacidade. Não por falta de estrutura, mas sim por questões financeiras. Preferimos acomodar um grupo menor, mas dando todas as condições”, detalha.

Já Carlos Frederico, vice-presidente do Sport, alega que o CT leonino ainda não está finalizado. “Precisamos esclarecer que o nosso Centro de Treinamento não é uma estrutura concluída. É algo que está em constante reforma e até mesmo construção. Por exemplo, acabamos apenas no ano passado o módulo de hotel dos profissionais. Não se pode ter um laudo final se você não tem conclusão da obra. Em tese, é isso que está acontecendo: todos os órgãos nos acompanham todo ano, nos fiscalizando para que a obra esteja concluída", garante o dirigente.

Fonte: Folha PE

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.