Fique atualizado com o

Motiva Gente News
recent

Polícia investiga mãe suspeita de queimar a filha de oito anos em Olinda

Mulher teria queimado a criança de oito anos por ela não conseguir fazer as tarefas da escola

Uma menina de oito anos de idade teria sido queimada pela mãe - uma mulher de 30 anos - por não conseguir fazer as tarefas da escola. A suposta agressora usou uma colher quente para queimar a boca e o peito da filha. 

O caso aconteceu na última quarta-feira (13) no bairro de Águas Compridas, em Olinda, na Região Metropolitana do Recife, e foi denunciado ao Conselho Tutelar da cidade nessa segunda-feira (18). A Polícia Civil de Pernambuco (PCPE) investiga a ocorrência.

"Recebemos a denúncia e fomos ao local. Na casa, perguntei à mãe o que tinha acontecido e ela disse que tinha sido um acidente, que a grelha do fogão havia caído no rosto da criança", contou o conselheiro tutelar de Olinda que cuida do caso, Eurico Pereira. "A menina falou que a mãe a queimou por causa das tarefas da escola. Ela ficava pulando folhas quando a atividade estava difícil e ia acumulando. Por isso a mãe bateu nela e a queimou", acrescentou. 

O conselheiro levou a menina ao Instituto Médico Legal (IML), no bairro de Santo Amaro, na área central do Recife, onde ela passou pelo exame de corpo delito por recomendação do delegado de Peixinhos, Vinícius Oliveira, que investiga a ocorrência. 

A menina ainda não havia sido levada ao médico, mesmo após cinco dias da suposta agressão. "A mãe não queria ir ao médico para não descobrirem [a agressão]", acrescentou Eurico Pereira. O Conselho Tutelar de Olinda segue recolhendo informações para denunciar o caso ao Ministério Público de Pernambuco.

Fonte: Folha PE

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.