Fique atualizado com o

Motiva Gente News
recent

Avião em que morreu Gabriel Diniz não tinha autorização para táxi aéreo

A aeronave foi fabricada em 1974 e só tinha permissão para fazer voos de instrução

A aeronave Piper Cherokee PT-KLO, em que estava o Cantor Gabriel Diniz, e caiu na manhã desta segunda-feira (27), só estava liberada para fazer voos de instrução. Segundo o Portal G1, o bimotor não poderia fazer serviços de voos privados ou táxi aéreo. 

O avião que tinha capacidade para quatro pessoas, deixou Salvador e sobrevoava a cidade de Estância, na região sul de Sergipe, quando o acidente aconteceu. 

O Piper PA 28-180 foi fabricado em 1974 e está cadastrado como "Privada - Instrução" na Agência Nacional de Aviação Civil, categoria na qual estão aviões usados para "instrução, adestramento de voo por aeroclubes, clubes ou escolas de aviação civil", segundo o Regulamento Brasileiro de Aviação Civil.

Pertencente ao Aeroclube de Alagoas,  a situação da aeronave está registrada como "penhorada" na Agência Nacional de Aviação Civi (Anac). 

Segundo a Anac, como já foi constatado que o voo estava realizando a operação de táxi aéreo clandestino, "o piloto e o operador da aeronave poderão ser multados e cassados”. A agência encaminhará uma denúncia ao Ministério Público e à polícia para que sejam tomadas as medidas cabíveis.

Fonte: Folha PE

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.