Fique atualizado com o

Motiva Gente News
recent

Empresário comete suicídio em frente a ministro e governador de Sergipe

O episódio ocorreu no início da manhã durante o "Simpósio de Oportunidades para o Novo Cenário do Gás Natural em Sergipe'

O empresário Sadi Paulo Castiel Gitz cometeu suicídio na manhã desta quinta-feira (4) em Aracaju em frente o governador de Sergipe Belivaldo Chagas (PSD) e o ministro das Minas e Energia, Bento Albuquerque.

O episódio ocorreu no início da manhã durante o "Simpósio de Oportunidades para o Novo Cenário do Gás Natural em Sergipe", que discutiria com empresários as perspectivas do setor no estado.

Segundo relato de testemunhas, o empresário gritou a frase "Belivaldo, você é um grande mentiroso" logo após o discurso do governador. Na sequência, sacou uma arma e atirou contra a própria boca. O auditório foi esvaziado e o evento teve a sua programação cancelada.

O vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ) comentou nas redes sociais que o ocorrido foi "mais uma falha de segurança"."Seria bom a segurança do presidente ficar mais atenta", escreveu o vereador.

Sadi Paulo Castiel Gitz era dono da indústria Escurial Revestimentos Cerâmicos, empresa que estava em processo de recuperação judicial.A fábrica, que fica na cidade de Nossa Senhora do Socorro (18 km de Aracaju), entrou em hibernação em maio deste ano após um imbróglio com a Sergas, empresa de economia mista que atua no fornecimento de gás no Estado.

A Escurial, que tem 600 funcionários, contestava na Justiça a política de preços do gás, principal insumo utilizado na indústria.Na época, a Sergas informou que Escurial estava devendo o equivalente a de 100 dias do seu consumo diário de gás e que, por isso, suspendeu o fornecimento do insumo à empresa.

Em nota, o governo de Sergipe lamentou a morte do empresário e informou o cancelamento do simpósio.A Associação Comercial e Empresarial de Sergipe (Acese) também publicou mensagem em seu site lamentando a morte de Gitz.

Fonte: Folha PE

Um comentário:

  1. Os empreendimentos no Brasil tem de ser melhor avaliados não existe pessoal capacitado e isentos de conceitos econômicos que, não levam em consideração o social. O empresário é o empregado mais destacado da empresa, que não ver desta forma não entende de economia.

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.