Fique atualizado com o

Motiva Gente News
recent

Famílias recifenses menos endividadas

Segundo pesquisa da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) no último mês 355.556 famílias recifenses estavam endividadas.

O percentual de famílias endividadas no Recife caiu 0,9 pontos percentuais em junho segundo a Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic), da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). Apesar da queda na capital pernambucana, no Brasil as famílias estão mais endividadas, onde a pesquisa registrou um aumento de 0,6 pontos percentuais em relação ao mês de maio.

No Recife a pesquisa observou a queda, e a taxa marcou 69,6% em junho, onde no último mês 355.556 famílias recifenses endividadas. No Brasil, o número de famílias com dívidas correspondeu a 64%, representando 10.341.690 famílias endividadas. A pesquisa da CNC foi feita em todas as capitais brasileiras e no Distrito Federal com 18 mil famílias.

No Recife a queda não era esperada, pelo fato de que os meses de maio e junho são tradicionalmente de custos altos das famílias devido ao Dia das Mães, Namorados e Festejos Juninos. Entre os tipos de dívidas, o que lidera na capital pernambucana são as dívidas com o cartão de crédito, atingindo 94,9% das famílias, seguido pelos carnês que representa 21,7%. A maior parte delas apontam que as dívidas comprometem entre 11% e 50% da renda familiar.

O percentual de famílias endividadas aumentou pelo sexto mês consecutivo no Brasil e esse foi o maior registro de endividamento mensal desde julho de 2013. Quando o dado é comparado com junho de 2018, o aumento foi de 5,4 pontos percentuais. Apesar do crescimento do endividamento das famílias, que chegou a 64% a Pesquisa observou uma queda no número de famílias com dívidas ou contas em atraso, tanto na comparação mensal quanto na anual, como conta a economista da CNC, Marianne Hanson.

“A inadimplência caiu um pouco. O percentual de famílias endividadas ficou estável na comparação anual e a parcela média da renda ficou estável. As modalidades de crédito estão com um risco menor para as pessoas, elas não gerariam uma inadimplência tão grande para as famílias. Não é um cenário tão ruim ainda, elas se endividam em modalidades com menos riscos, olhamos o crédito muito importante para elas, na compra de bens duráveis”, disse a economista.

Mutirão
O Mutirão dos Superendividados do Procon-PE termina nesta sexta-feira. Essa é uma oportunidade para que os endividados negociem suas dívidas com facilidades e quitem os débitos. O mutirão acontece na sede do órgão, que fica na Rua Floriano Peixoto, 141, no Centro do Recife. O atendimento é realizado das 9h às 14h.

Fonte: Folha PE

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.