Fique atualizado com o

Motiva Gente News
recent

Jovem acidentada em kart terá pele da cintura transplantada na cabeça

Débora Stefanny que teve o couro cabeludo arrancado por kart receberá enxerto retirado do próprio corpo. Microcirurgião de Houston participará do procedimento em São Paulo

Na primeira microcirurgia reconstrutiva que reúne a equipe do Hospital Especializado de Ribeirão Preto e o médico Marco Maricevich, especialista que atua em Houston, nos Estados Unidos, a jovem que teve o couro cabeludo arrancado em um acidente de kart no Recife receberá um transplante de pele retirada da própria cintura. O tecido, segundo assessoria da unidade de saúde paulista, cobrirá toda a região afetada, que vai da testa à nuca. Ainda segundo a assessoria do hospital, o procedimento ao qual a auxiliar de ensino infantil Débora Stefanny Dantas de Oliveira, 19 anos, será submetida na próxima sexta-feira terá duração aproximada de oito horas. 

Nesta terça-feira (20), o microcirurgião Marco Maricevich confirmou com exclusividade à Folha de Pernambuco que desembarcará em São Paulo também na sexta-feira para integrar a equipe responsável pelo caso de Débora. "A pele tem várias camadas. Vai se fatiar a pele, para tirar uma camada fininha, para tampar o crânio, que está exposto. Será retirada da parte lateral do corpo, na cintura, abaixo da costela", explicou a assessoria de Imprensa do hospital de Ribeirão Preto. 

O novo procedimento é necessário porque o reimplante feito no Recife não foi bem-sucedido. "Teve que retirar tudo e fazer de novo porque necrosou. Deu trombose", acrescentou a assessoria. Após o acidente, Débora foi socorrida no Hospital da Restauração, mas foi recomendada a transferência dela para o centro especializado, onde ficará internada por mais de um mês nesta primeira etapa dos trabalhos. "Ela terá que fazer várias cirurgias. Depois, precisa de um tempo para revascularizar. Conforme a recuperação for evoluindo, serão feitas novas cirurgias. Tudo acontece por etapa. Depois do procedimento de sexta, serão avaliadas as próximas estratégias", finalizou a assessoria do Hospital Especializado de Ribeirão Preto. 

Entenda o caso 

Débora corria de kart com o namorado em uma pista no estacionamento do Walmart, em Boa Viagem, na Zona Sul do Recife, quando o cabelo soltou da touca e ficou preso no motor. A pele foi arrancada desde a altura dos olhos até a nuca. A jovem foi socorrida pelo namorado e levada ao HR, onde foi feito o reimplante do couro cabeludo. Os médicos conseguiram recuperar e reimplantar 80% da área atingida. Contudo, na última quinta-feira, a equipe médica do Recife apontou o risco de o procedimento não funcionar devido ao aparecimento de obstruções nas veias e artérias da área operada. 

Procurado, o grupo Big, antigo Walmart Brasil, informou que está custeando toda a recuperação de Débora em São Paulo, inclusive a vinda do médico Marco Maricevich dos Estados Unidos e os dois acompanhantes da moça. Segundo a assessoria de imprensa da rede de supermercados, tudo que for decidido pela família da jovem e pela a equipe médica será arcado pelo grupo Big. 

Investigação 

A Polícia Civil de Pernambuco abriu inquérito para investigar o acidente. Segundo o delegado Alfredo Jorge, responsável pelo caso, oito pessoas foram ouvidas até agora, mas a conclusão do inquérito deve demorar, pois depende dos resultados das perícias e do depoimento de Débora. A pista de kart onde aconteceu o acidente funcionava sem alvará e era administrada pela empresa Adrenalina Kart. O local foi interditado há uma semana, um dia após o acidente, em fiscalização feita pelo Procon-PE e Corpo de Bombeiros.

Fonte: Folha PE

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.