Fique atualizado com o

Motiva Gente News
recent

Ação voltada para a importância da vida e da escuta do sofrimento psíquico vai as ruas do Recife na próxima quinta (26)

De acordo com dados da Organização Mundial da Saúde (2003), o suicídio é uma questão de saúde pública, que constitui uma das causas mais comuns de mortes, sendo a terceira causa entre a faixa de 15 a 44 anos. Conforme a Organização, aproximadamente um milhão de pessoas morrem no mundo em virtude do suicídio, ocorrendo um fato a cada quarenta segundos. 

O aumento expressivo de ocorrências desse fenômeno fez com que o serviço escola de Psicologia da ESUDA criasse uma ação, chamada “Mudas que falam”, indo às ruas do Recife para falar sobre a importância da vida e da escuta do sofrimento psíquico. “Se você precisa falar, estamos aqui para escutar”, é o lema da ação. Na próxima quinta-feira (26) pela manhã e, também, no final da tarde, a faculdade ESUDA distribuirá centenas de mudas, que representam o florescer da vida. Neste mesmo dia, haverá palestras em referência ao setembro amarelo. 

Às 9h no auditório da ESUDA, a professora Ângela Baia e o Professor Glaudston vão ministrar a palestra sobre “Suicídio: aspectos históricos e pessoais”. Já às 19h15, no pátio da faculdade, os temas em discussão serão “A Psicologia e os desafios da prevenção do suicídio”, ministrada pelo especialista em Psicologia Junguiana, Anderson Santiago da Silva e, também, “O homem diante da morte: possibilidades e os desafios da prevenção do suicídio”, apresentada pelo Psicólogo e  especialista em saúde mental, Carlos André, residente do programa de saúde coletiva do IMIP. 

As palestras são abertas ao público, e a faculdade pede a doação de brinquedos novos para o Natal Especial ESUDA, em parceria com a UNEDIN (Unidade de Educação Integrada), beneficiando crianças, adolescentes e adultos portadores de necessidades.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.