Fique atualizado com o

Motiva Gente News
recent

Cinco motivos que explicam a demissão de Felipão no Palmeiras

Um dia após ser bancado pela diretoria do Palmeiras, o técnicoLuiz Felipe Scolari foi demitido nesta segunda-feira. A pressão sobre o treinador aumentou por diversos motivos, e o Estado detalha os principais abaixo. Também deixam o clube os auxiliares Paulo Turra e Carlos Pracidelli.

Felipão se despede com o Palmeiras na quinta colocação do Campeonato Brasileiro, a seis pontos do líder Flamengo. A equipe alviverde tem um jogo a menos. O time fracassou nos campeonatos de mata-mata e terá apenas o torneio de pontos corridos até o fim desta temporada.

Eliminações
Na última terça-feira, o Palmeiras caiu nas quartas de final da Copa Libertadores da América. Após vencer o Grêmio por 1 a 0 em Porto Alegre e abrir o placar no Pacaembu, a equipe levou a virada e perdeu por 2 a 1. Na Copa do Brasil, o time já havia sido eliminado nos pênaltis para o Internacional, também nas quartas de final. Antes "copeiro", Felipão sofreu cinco eliminações nesta terceira passagem pelo clube.

Queda de rendimento
O Palmeiras terminou o primeiro semestre desta temporada acumulando boas atuações e na liderança do Campeonato Brasileiro. Depois da pausa para a Copa América, porém, a equipe teve grande queda de rendimento. Foram apenas três vitórias em 13 partidas disputadas neste segundo semestre de 2019. A equipe está há sete rodadas sem vencer no Brasileirão.

Incapacidade de reação
O próprio Felipão admitiu que não conseguiu fazer o time reagir após as eliminações nos campeonatos de mata-mata. "Não se pode tirar isso (esquecer as quedas) do dia para o outro da cabeça do jogador. Nós tentamos, mas às vezes não conseguimos atingir a parte psicológica do jogador da maneira que queremos", afirmou o treinador, em sua última entrevista coletiva pelo Palmeiras, depois da derrota por 3 a 0 para o Flamengo.

Pressão da torcida
Felipão vinha sendo o principal alvo dos torcedores do Palmeiras, principalmente os organizados. Na última quinta-feira, a diretoria recebeu integrantes da Mancha Alviverde. Outro alvo de críticas da torcida é o diretor de futebol Alexandre Mattos. Nesta semana, o clube alegou questões de segurança e fechou todos os treinamentos, sem divulgar os horários das atividades na Academia de Futebol.

Utilização do elenco
Se em 2018 Felipão soube administrar o elenco e conseguiu terminar o ano com o título brasileiro utilizando diversos jogadores reservas na maioria das partidas, o cenário mudou nesta temporada. O time "alternativo" não conseguiu render, e o técnico passou a ter dificuldades para escalar os atletas. Na eliminação para o Grêmio, por exemplo, Deyverson entrou no segundo tempo e a equipe caiu de rendimento. Já na derrota para o Flamengo, Felipão apostou em um time titular com três volantes e foi derrotado com facilidade.

Fonte: Msn.com

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.