Fique atualizado com o

Motiva Gente News
recent

Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo começa segunda

Na primeira etapa, o público-alvo são as crianças de 6 meses a 4 anos

Começa nesta segunda-feira (7) a Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo, com Dia D de mobilização em 19 de outubro. A ação acontecerá em duas etapas. Nesta primeira fase, o público-alvo são crianças de 6 meses a 4 anos, enquanto na segunda, a partir de novembro, o foco serão as pessoas de 20 a 29 anos.

Em ambos os casos, só precisa tomar a vacina durante a campanha quem ainda não iniciou ou não completou o esquema vacinal (duas doses). Segundo o último balanço da doença divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde (SES), até o dia 27 de setembro, foram confirmados 23 casos em Pernambuco neste ano. Além disso, há 731 notificações, com 242 descartes e as demais em investigação.

De acordo com a superintendente de Imunização da SES-PE, Ana Catarina de Melo, 170 mil doses foram encaminhadas ao Estado apenas neste mês para auxiliar os municípios em suas ações. "As crianças constituem o grupo com a maior incidência de casos de sarampo no Brasil. Aqui em Pernambuco, temos cinco confirmações em meninos e meninas menores de um ano, inclusive com um óbito nessa faixa etária, que foi inclusa no grupo prioritário para vacinação a partir de agosto deste ano. Precisamos sensibilizar os pais e responsáveis para levar os pequenos aos postos de saúde e deixá-los protegidos contra o sarampo, além da caxumba e a rubéola", disse.

Toda criança entre 6 meses e 11 meses deve ser vacinada com a tríplice viral, considerada a "dose zero". Uma nova dose deve ser feita aos 12 meses e outra aos 15 meses, quando o esquema é finalizado. A partir dos 2 anos, caso o menino ou menina ainda não tenha começado o esquema vacinal, as duas doses devem ser feitas com um intervalo de um mês entre elas. No Estado, entre janeiro e setembro, mais de 205 mil doses já foram aplicadas em crianças entre 6 meses e 4 anos. No público em geral, incluindo todas as faixas etárias, foram 468 mil doses. Nas crianças de 1 ano do Recife, a cobertura vacinal da primeira dose está em 90%, e a segunda está em 70%, este ano. O ideal é que as duas doses atinjam os 95%.

A ação é um esforço para interromper a circulação do vírus do sarampo e proteger os grupos mais acometidos pela doença. Os critérios de vacinação foram definidos conforme situação epidemiológica e taxas de coberturas vacinais. No Recife, a Secretaria de Saúde (Sesau) do Recife disponibilizará a vacina tríplice viral em 170 postos da rede municipal e manterá o cronograma de horário estendido para vacinação contra sarampo em nove unidades de saúde. Para agilizar o atendimento, a Sesau pede que as pessoas levem a carteira de vacinação e o cartão do SUS, se tiverem.

Na capital pernambucana, foram confirmados, até o momento, três casos de sarampo e outros 67 ainda estão em investigação. Além disso, não há evidência de surto em atividade com transmissão sustentada do vírus do sarampo dentro da cidade, e os casos confirmados até o momento têm relação com pessoas que contraíram a doença em viagem para outros estados.

Fonte: Folha PE

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.