Fique atualizado com o

Motiva Gente News
recent

Homem larga a vida do crime após ser impactado por louvor

O novo DVD "Saudade", de Thalles Roberto, está cheio de novidades e uma delas é o registro de testemunhos impactantes de pessoas que de alguma forma foram marcadas por alguma música do cantor. Nesta semana, Thalles divulgou o testemunho de Wagner (mais conhecido como Wagnão), de São Paulo, que falou como a canção "Arde Outra Vez” marcou um grande livramento em sua vida.

Apesar de filho de evangélicos, Wagner teve um passado no crime, era assaltante e foi justamente no dia de fazer um grande assalto com sua quadrilha que ele vivenciou uma forte experiência de um livramento de Deus.

"Eu tinha um assalto para cometer com mais ou menos oito pessoas. A gente ia se reunir em uma tarde para cometer esse assalto. Porém antes de eu chegar nessa reunião com a galera, passei na casa da minha mãe", contou.

"Aí a minha irmã estava escutando um som. Eu perguntei: 'Mãe, posso tomar um banho aqui?'. E enquanto eu tomava banho, começou a rolar um som. 'Eu não quero mais viver longe da Tua presença, meu Senhor. Hoje quero voltar, voltar ao início de tudo'", contou Wagnão, se lembrando da letra da música de Thalles, que fez tanto sucesso no início da carreira do cantor.

Impressionado com a música, o rapaz comprou o CD "Na Sala do Pai" no centro de Embu das Artes, em São Paulo e voltou para sua casa com a faixa "Arde Outra Vez" no modo repeat do som de seu carro.

O rapaz foi encontrar seus comparsas para fazer o assalto e quando dois deles entraram em seu carro, ficaram incomodados com a música tocando no som.

"E aí, negão? Qual é, mano? A gente vai fazer o assalto aí e você está escutando som de Deus aí no carro? Não dá!", disseram eles, segundo Wagnão.

Depois de muita discussão, os dois saíram do carro de Wagner e ele decidiu fazer o assalto sem os dois comparsas.

Quando ele já estava a caminho do local do assalto, um dos integrantes da quadrilha que tinha ido mais cedo de moto, ligou para Wagner e avisou que era melhor ele não aparecer no local, pois os bandidos já haviam chegado antes, tentaram cometer o crime sem os outros comparsas e alguns morreram, outros foram presos e somente o motoqueiro havia conseguido escapar.

"Eu desliguei o telefone e comecei a chorar na hora. Então eu pensei: 'Essa música salvou a minha vida'”, lembrou.

Shows em casa
Além de coletar esses testemunhos impactantes, Thalles também está surpreendendo esses protagonistas da vida real com um show nas casas de cada uma dessas pessoas.


Clique no vídeo acima para conferir o testemunho e parte do show na casa de Wagner.

Fonte: Guiame

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.