Fique atualizado com o

Motiva Gente News
recent

Crise pode obrigar Juventus a vender Cristiano Ronaldo e até põe preço em astro, diz jornal

Cristiano Ronaldo aceitou numa boa a redução salarial da Juventus, após conversar com o capitão Giorgio Chiellini, válida para o período de quarentena pelo novo coronavírus. Mas a economia pode não ser suficiente para a equipe de Turim mantenha sua saúde financeira em dia e, por incrível que pareça, a diretores que cogitam até a saída do português.

Segundo reportagem publicada nesta terça-feira pelo site “Il Messaggero”, antes da crise, a direção da Juventus já vinha estudando alternativas para prolongar o contrato de Ronaldo, mas esbarrava na busca de um aumento das atuais receitas ou achar novas arrecadações.

A crise do coronavírus mudou tudo.

Sem a sequência dos jogos da Série A italiana e também da Champions League, a equipe de Turim não recebeu parte do pagamento da cota de TV pela transmissão dos jogos. E pode até ser que não os receba se as competições forem encerradas como estavam por causa da COVID-19.

Esse seria o pior cenário para a Juventus, que aí sim consideraria negociar o português para manter suas contas equilibradas. Mas o site destaca que o clube não aceitaria menos do 70 milhões de euros para negociar Ronaldo, o que na cotação atual significa quase R$ 400 milhões.

O atual contrato do português é válido até 30 de junho de 2022 e ele recebe anualmente, em salários, 31 milhões de euros livres de impostos (R$ 176,5 milhões). Hoje, ele está com 35 anos, mas daqui a dois anos chegará a 37.

Ainda que mantenha o nível técnico, muitos avaliam que o físico começará a ter um efeito.

Alguns diretores dentro da Juventus, segundo o site, entendem que a crise atual possibilitará uma nova negociação de valores dentro do futebol, reduzindo os gastos, cada vez mais altos.

Fonte: Msn.com

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.