Fique atualizado com o

Motiva Gente News
recent

Covid-19: Pernambuco terá ampliação na testagem

Moradores e funcionários de lares de idosos passam a ingressar grupo prioritário, enquanto unidades sentinela aumentarão demanda

A Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco (SES-PE) anunciou que ampliará a sua estratégia de testagem para a Covid-19 nos próximos dias. Pessoas acima de 60 anos residentes em instituições de longa permanência para idosos, trabalhadores desses locais e seus contatos próximos, quando sintomáticos, terão prioridade para coleta de amostra para teste. Os responsáveis por esses estabelecimentos devem acionar a secretaria de Saúde do município de origem para realização do procedimento.

São considerados também grupos prioritários para testes, quando sintomáticos, os profissionais de saúde, de segurança pública e do sistema prisional, bem como seus contatos diretos, além das pessoas privadas de liberdade. Não são realizados, até o presente momento, testes em assintomáticos.

A SES-PE disse ainda que ampliará, nos próximos dias, a testagem nas unidades sentinela, que fazem o monitoramento dos vírus respiratórios em circulação no Estado. A média mensal é de 500 coletas e, agora, a estimativa é que passem a ser feitos 1.500 exames por mês. Essa expansão está sendo viabilizada através de uma parceria entre a Prefeitura do Recife e a Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), que serão responsáveis pela realização de 2 mil exames semanais do tipo RT-PCR.

 Esses testes, mais sensíveis para identificar a presença do Sars-CoV-2 desde os primeiros dias de sintomas, são realizados em sua maioria pelo Laboratório Central de Saúde Pública de Pernambuco (Lacen-PE). A capacidade atual gira em torno de 9,4 mil exames RT-PCR por semana, quando somadas as demandas do Lacen, das unidades contratualizadas (Genomika, HLA e Imip) e da parceira Fiocruz PE.

Os testes rápidos enviados pelo Ministério da Saúde, por sua vez, estão sendo utilizados nos centros de testagem para profissionais da saúde e de segurança pública e em estratégias individuais de cada município.

Fonte: Folha PE

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.