Fique atualizado com o

Motiva Gente News
recent

Governo de Pernambuco esclareceu que não há data para abertura de bares e restaurantes


Governo de Pernambuco informou, nesta quinta-feira (18), que não há data estabelecidada para abertura de bares e restaurantes no Estado. A Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco informou que a reabertura gradual foi antecipada da Etapa 7 para a Etapa 6 na coletiva da quarta-feira (17). 

"Inicialmente, o retorno se dará com 50% da capacidade dos estabelecimentos. No entanto, ainda não tem data prevista e depende diretamente do comportamento dos indicadores monitorados diariamente pela Secretaria Estadual de Saúde", informou em nota a Secretaria de Desenvolvimento Econômico. 
A nota do Governo do Estado foi publicada horas após a divulgação informação da data de reabertura pela Abrasel (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes), que solicitou a antecipação da reabertura e participou de negociações com o poder público.

De acordo com o presidente da Abrasel em Pernambuco, André Luiz Araújo, as retomada das atividades do setor está programada para o dia 6 de julho. Araújo afirma que os representantes do setor enviaram um ofício ao secretário de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco, Bruno Schwambach. No documento, os empresários reivindicavam que a reabertura fosse antecipada para o dia 22 de junho, no entanto o pedido não foi atendido e a retomada ficou marcada para a primeira semana de julho. 

A entidade, que representa cerca de 17 mil estabelecimentos do segmento em Pernambuco, afirmou que bares e restaurantes devem funcionar com até 50% da capacidade total e os funcionários e clientes devem seguir protocolos de segurança específicos. O distanciamento social, com dois metros de distância entre mesas e um metro entre cadeiras, e o uso de máscaras também deve ser obrigatório.

Segundo o secretário de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco, Bruno Schwambach, "Os bares, restaurantes e lanchonetes estavam previstos para reabrir na etapa sete, mas antecipamos para a etapa seis. Eles vão poder funcionar com 50% da capacidade e protocolos específicos”.

Fonte: Folha PE

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.