Fique atualizado com o

Motiva Gente News
recent

Pernambuco volta a registrar alta no número semanal de novos casos de Covid-19

Estado reduzia total de casos em sete dias nas últimas três semanas. Entre o domingo (14) e este sábado (20), foram 6.447 confirmações da doença.

Pernambuco voltou a registrar alta no número semanal de casos confirmados de Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, em meio ao processo de reabertura das atividades econômicas. Nas três semanas anteriores, o estado vinha registrando diminuição desse número. Entre o domingo (14) e este sábado (20), foram 6.447 confirmações da doença.

O maior número de casos registrados em uma semana no estado foi entre os dias 17 e 23 de maio, com 8.298 novas pessoas com a doença. Nesse período, foi decretada quarentena mais rígida por 15 dias no Recife e outras quatro cidades da Região Metropolitana e os números começaram a diminuir, até esta semana.

Somente neste sábado (20), a Secretaria Estadual de Saúde contabilizou 1.398 novos casos de Covid-19, maior número registrado desde o dia 29 de maio, quando foram registrados 1.542 casos em um único dia.

Desde o começo da pandemia, em março, a maior confirmação de casos em um dia foi registrada em 16 de maio, quando foram 2.279 pacientes.

Neste sábado (20), as praias e parques do Recife foram liberados para exercícios individuais. Mesmo com o banho de mar proibido, muitas pessoas foram vistas entrando na água em Boa Viagem, na Zona Sul da capital.

Reabertura

O processo de flexibilização das atividades econômicas no estado foi iniciado no começo de junho, com liberação da construção civil e comércio atacadista, mas não tem sido o mesmo em todas as regiões. Cada etapa é ditada pelo monitoramento de número de casos.

Oitenta e cinco municípios do Agreste e da Zona da Mata de Pernambuco não avançaram para a terceira etapa do Plano de Convivência com a Covid-19, iniciada na segunda-feira (15), porque não mostraram tendência de queda do número de casos. Nessa fase, puderam abrir o comércio de rua e atividades como salões de beleza.

Essas cidades também não vão para a próxima etapa, que é a reabertura para clientes dos shoppings e grandes lojas, bem como podem ser retomadas as celebrações religiosas presenciais em templos e igrejas, a partir da segunda-feira (22).

Também a partir de segunda, os supermercados da capital não precisam mais limitar os estacionamentos, nem a entrada de pessoas de uma mesma família. Entretanto, a lotação segue restrita a 50% da capacidade dos locais e medidas de distanciamento precisam ser respeitadas.

Desde o início da retomada das atividades, um dos problemas mais frequentes no Grande Recife foi a superlotação de ônibus. Mesmo com reforço na frota, a retomada de mais setores na segunda-feira (15) foi marcada por mais dificuldades para quem depende do transporte.

Projeções

Projeções do Instituto de Métricas e Avaliação da Saúde (IHME) da Universidade de Washington, no oeste dos Estados Unidos, mostram que Pernambuco pode ter cerca de 8 mil mortes por Covid-19 no dia 4 de agosto. De acordo com o estudo, divulgado nesta semana, o número de mortes segue uma tendência de queda, mas pode começar a subir novamente a partir da primeira quinzena de julho

As previsões são coordenadas pelo médico Theo Vos, que é doutor em Epidemiologia e Economia da Saúde. Ele afirma que os dados são previsões e que contêm uma margem de erro que faz o valor variar para mais ou para menos, ou seja, poderiam ser entre 6 mil e 11,6 mil.

Em entrevista à TV Globo, o médico demonstrou preocupação com a situação dos ônibus lotados na Região Metropolitana durante o processo de reabertura. Ele afirmou que é importante as autoridades estarem atendas à variação dos números e perceberem quando houver aumento da quantidade de pessoas doentes.

Fonte: G1 Pernambuco

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.