Fique atualizado com o

Motiva Gente News
recent

Conheça o belo trabalho da ONG Vovó Dida em Belo Jardim

Filhos transformam saudade em entidade filantrópica em prol dos mais necessitados de Belo Jardim


Da Redação, Karina Veríssimo


“Acreditamos que só é possível construir uma sociedade mais justa a partir do momento em que as pessoas passam a se importar umas com as outras”. Essa reflexiva frase é o texto de abertura da Associação Vovó Dida, uma Organização não-governamental (ONG) que busca atuar em diversas áreas do desenvolvimento social da cidade de Belo Jardim, no Agreste pernambucano. Oferecendo serviços de acompanhamento, entretenimento para crianças, como contação de histórias, serviços de saúde, entrega de medicamentos e realização de exames, consultas, terapias atendimento domiciliar e hospitalar, entre outras ações.


Missão da ONG


Além disso, a missão principal da entidade é desenvolver ações socioeducativas e culturais que estimulem o amor e a solidariedade através de uma rede de assistência á saúde e de cuidados com as pessoas. Uma iniciativa linda que estimula a construção de uma sólida corrente do bem, unindo as pessoas que podem doar algo com as pessoas necessitadas. Essa rede dinâmica de assistência à saúde e do bem-estar para os belo-jardinenses conecta profissionais de diversos segmentos e áreas que decidem dedicar um pouco do seu tempo em fazer o bem, com pessoas que necessitam de algum tipo de assistência.


Através do site da entidade é possível definir o que há para doar com quem precisa da doação. Essa é a Associação Vovó Dida utilizando a tecnologia a favor dos mais carentes. Citemos como exemplo, um enfermeiro que quer doar um pouco o seu tempo à comunidade. Ele realiza o cadastro no site da ONG, informa seus dados e área de atuação. Em outro ponto existe um paciente que precisa de uma torca de curativos diariamente. O sistema conecta automaticamente essas pessoas e pronto! O bem está feito. Bacana, não é mesmo? E isso ocorre com qualquer profissional que queira ajudar.


Sobre a ONG e como ajudar


São variadas as formas de ajudar. A partir da descrição do que o interessado pode partilhar, a ONG conecta as informações com o banco de dados, onde são cadastradas pessoas ou instituições necessitadas da solidariedade e então, direcionadas as ações ou doações. De acordo com Paulo Henrique Gomes, um dos filhos fundadores da Associação, 350 pessoas foram beneficias com o projeto e há média de 100 doações. “Esse cálculo é feito porque cada pessoa quando recebe o medicamento dificilmente é só um. ” Logo mais dia 01 de setembro, a ONG completa 4 anos de fundação, o filho da dona Dida aproveitou a oportunidade para refletir sobre o trabalho e a importância da mãe. “Nesses quatro anos vimos principalmente, o trabalho que minha mãe fazia não se acabar. Ela se dedicava ao próximo de uma forma brilhante e absorvemos isso. Hoje, tenho certeza que, através da ajuda ao próximo, mantivemos ela viva. A sua obra está viva e isso nos orgulha muito, além de contribuirmos para uma sociedade mais humana, revelou”. Para que isso possa acontecer, é preciso o empenho e ajuda de muita gente, além claro, de auxílio financeiro. “As doações em dinheiro são destinadas para pessoas necessitadas em forma de medicamentos, realização de exames, translados para outras cidades ou compra de material que não esteja disponível em nosso banco de dados. Temos convênios com farmácias, clínicas, laboratórios que dã descontos pata a associação. As despesas operacionais também são custeadas pelas doações revelou Paulo Henrique. Comprometidos com a transparência, os administradores a cada 90 dias disponibilizam o extrato da associação.


Como doar?


A entidade sem fins lucrativos é mantida por meio de doações, desde alimentos à medicações, de brinquedos à roupas; produtos de higiene pessoal aos produtos de limpeza. Tudo pode ser doado à Associação Vovó Dida. Para quem quiser ajudar com qualquer valor é só transferir ou depositar na conta abaixo:


Banco do Brasil / Conta Corrente


Conta: 39269-3

Agência: 0721-8


Quem quiser conhecer um pouco mais da associação, pode entrar em contato com os voluntários, pelo site


http://www.vovodida.org.br/


Pode conhecer a ONG pelas redes sociais também:


Facebook – https://www.facebook.com/avovodida


Instagram – https://www.instagram.com/associacaovovodida/


Dona Dida: Uma história pautada no amor ao próximo


No dia 13 de janeiro de 1956, em Belo Jardim, nascia a dedicação em pessoa, Maria Margarida Costa e Silva é o nome dela, que dedicou a ajudar pessoas necessitadas. Carinhosamente chamada de Dida, la foi uma mulher generosa amável e sorridente. Durante os seus 60 anos, esteve à disposição para ajudar todos de diferentes maneira. Com formação na “escola da vida” pôde auxiliar quem enfrentava dificuldades familiares, profissionais e financeiras. Com a bondade interiorizada, Dida conseguiu repassar valores para os três filhos, que teve com seu esposo, Sebastião Gomes. Sidney Costa (in memorian), Paulo Henrique e Ana Flávia passaram a seguir os passos da mãe e não deixaram morrer os passos da matriarca, de mudar a vida das pessoas, após a partida da mesma para os “jardins celestiais” em 18 de agosto de 2016. Assim, filhos, esposo e amigos próximos de Margarida se uniram com o propósito de manter vivo o ideal de solidariedade que sempre testemunharam. Então no dia 01 de setembro de 2016, surgiu a Associação beneficente e cultural Vovó Dida a qual visa perpetuar as boas ações praticadas por dona Margarida.


Jornal Enfoco / Edição Agosto – 2020

Postado no Blog Belo Jardim Sempre do meu parceiro Cassiel

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.