Fique atualizado com o

Motiva Gente News
recent

Governo divulga novo calendário do auxílio emergencial; veja quem recebe


O Ministério da Cidadania publicou nesta quarta-feira, 26, no Diário Oficial da União, um novo calendário de pagamentos do auxílio emergencial.


O cronograma vale para os trabalhadores que realizaram o cadastro nas agências dos Correios entre os dias 8 de junho e 2 de julho, os que fizeram contestação do pedido de auxílio entre os dias 3 de julho e 16 de agosto e que tenha sido considerado elegível.


O novo calendário também abrange as pessoas que receberam a primeira parcela em meses anteriores, mas tenham tido o pagamento reavaliado em agosto.


Os valores serão pagos inicialmente por meio de poupança social digital, estando disponíveis apenas para pagamento de contas (boletos, água, luz, telefone) e realização de compras por meio do cartão de débito virtual.



Novos pagamentos do auxílio emergencial

De acordo com a portaria, as pessoas que se inscreveram nas agências dos Correios entre 8 de junho e 2 de julho, receberão os pagamentos por meio de poupança social digital. A primeira parcela será paga entre 28 de agosto a 30 de setembro. Os saques serão liberados no período de 19 de setembro a 27 de outubro.


A segunda e terceira parcelas serão pagas de 9 de outubro a 13 de novembro, com saques liberados de 29 de outubro a 19 de novembro. A quarta e quinta parcelas sairão no período de 16 de novembro a 30 de novembro, com saques liberados de 26 de novembro a 15 de dezembro.


No caso dos trabalhadores que fizeram a contestação entre os dias 3 de julho e 16 de agosto, a primeira parcela será paga no período de 28 de agosto a 30 de setembro, com saques liberados de 19 de setembro a 27 de outubro. A segunda e terceiras parcelas de 9 de outubro a 13 de novembro, com saques liberados de 29 de outubro a 19 de novembro.


As duas parcelas restantes serão pagas de 16 de novembro a 30 de novembro, com saques liberados de 26 de novembro a 15 de dezembro.


Em relação aos casos dos trabalhadores que tenham recebido a primeira parcela em meses anteriores e tiveram o pagamento suspenso em agosto, o ministério efetuará o pagamento de todas as parcelas restantes no período de 28 de agosto a 30 de setembro. Os saques serão liberados no período de 19 de setembro a 27 de outubro.


Prorrogação até dezembro

O presidente Jair Bolsonaro afirmou na noite desta terça-feira, 25,  que deve definir até sexta o novo valor do auxílio emergencial, menor que os atuais R$ 600, que pretende prorrogar até o fim do ano.


“Nós pretendemos prorrogar –pretendemos, né?– até o final do ano, não com este valor que está aí, que pode até ser pouco para quem recebe, mas é muito para quem paga. Quem paga somos todos nós. E não é dinheiro que o governo tem. Isso vem de endividamento. Então, nós estamos negociando — disse Bolsonaro.


Fonte: Msn.com

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.