Fique atualizado com o

Motiva Gente News
recent

PSG passa fácil pelo RB Leipzig e vai à final da Champions pela 1ª vez



O Paris Saint-Germain não se intimidou diante da sensação Red Bul Leipzig e confirmou seu favoritismo ao bater a equipe alemã por 3 a 0 na tarde desta terça-feira, 18, no Estádio da Luz, em Lisboa. Com a tranquila vitória, o clube francês,que contou com mais uma boa atuação de Neymar, chegou à decisão da Liga dos Campeões pela primeira vez em seus 50 anos de história e enfrentará, no domingo 23, o vencedor da outra semifinal, entre Bayern de Munqiue e Lyon.


Com apenas 11 anos de vida, o clube alemão – que, assim como o PSG, é bastante contestado em seu país devido aos investimentos estrangeiros que recebe –, havia eliminado os favoritos Tottenham e Atlético de Madri com autoridade, mas não conseguiu manter a concentração diante da equipe francesa, que contou com os retornos de Di María e Kylian Mbappé ao time titular.

Neymar voltou a chegar ao estádio de moicano, óculos escuros e caixa de som, atendendo ao apelo dos fãs que desde cedo demonstravam apoio ao craque nas redes sociais. Em campo, o camisa 10 comprovou estar 100% focado em reconquistar a Europa e, de quebra, faturar o prêmio de melhor do mundo. Logo aos cinco minutos, Neymar recebeu de Mbappé e chutou na trave. No lance seguinte, pressionou o goleiro Gulacsi e, na sobra, Mbappé empurrou para as redes, mas o gol foi invalidado por toque de braço do brasileiro na origem da jogada.


Continua após a publicidade

O PSG era bem superior e o primeiro gol não demorou a sair. Aos 12 minutos, Di María cobrou falta e o brasileiro Marquinhos, que já havia marcado o gol salvador diante da Atalanta, subiu muito e, de cabeça, abriu o placar. Neymar voltou a distribuir dribles e sofreu com a truculência dos defensores do RB Leipzig. Aos 34, o brasileiro quase marcou um gol genial em cobrança de falta: o goleiro Gulacsi esperava um cruzamento e foi pego desprevenido com um chute direto, mas a bola explodiu na trave.


Aos 41, veio o segundo em uma bobeada da defesa alemã e em novo lance de total inspiração de Neymar: Paredes interceptou passe de Gulacsi e passou para o camisa 10, que com um toque sutil de letra deixou Di María sozinho para ampliar. O RB Leipzig, do jovem e promissor técnico Julian Nagelsmann, estava praticamente rendido diante do talento do adversário.


O roteiro se manteve na segunda etapa. Logo aos dez minutos, em nova falha da zaga, Bernat, de cabeça, fez o terceiro do PSG. Neymar ainda complementou mandando para as redes, mas a bola já havia ultrapassado a linha. Apesar de ter brilhado com dribles e assistências, o brasileiro ainda não marcou na retomada da Liga dos Campeões. O técnico Thomas Tuchel preservou Di María e Mbappé nos minuto finais, mas fez questão de deixar Neymar em campo os 90 minutos.


No domingo, o atacante revelado pelo Santos terá a chance de erguer novamente a Liga dos Campeões (foi campeão com o Barcelona em 2015) e pode ter pela frente um forte concorrente ao prêmio de melhor do mundo: o polonês Robert Lewandowski, do Bayern, artilheiro do torneio.


Fonte: Msn.com

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.