Fique atualizado com o

Motiva Gente News
recent

Suspeito é preso após assassinar ex-companheira e ex-sogra e tentar se matar

Mais um feminicídio foi registrado em Pernambuco. Nas primeiras horas desta sexta-feira (28) um homem de 28 anos foi preso, em flagrante, pela morte da ex-companheira e da ex-sogra. O crime aconteceu na Rua Córrego João Carvoeiro, no bairro do Fundão, Zona Norte do Recife. De acordo com a Polícia Civil, logo após os assassinatos, o suspeito tentou se suicidar e pretendia explodir a casa onde as vítimas moravam. A ex-companheira já tinha desabafado numa rede social de que estava sendo perseguida por ele que, ainda banhado em sangue e cheio de marcas de facadas no pescoço, ele foi algemado e conduzido ao Hospital da Restauração (HR), no Derby, onde está sob custódia.


Durante o momento em que o crime estava sendo executado, os gritos de horror foram ouvidos por vizinhos, que acionaram as autoridades. A Polícia Militar (PM) e o Corpo de Bombeiros foram os primeiros a chegarem no local. Havia um cheiro forte de gás de cozinha e os agentes entraram com cautela na residência. Lá dentro, viram uma mochila com um vasilhame de gasolina e encontraram Geovane da Silva Pires, 28, em um dos cômodos, com sangue no corpo e ferimentos causados pela faca. O homem informou que tinha ingerido veneno e que sabia o que fez.

Em um dos quartos, estavam os corpos de Talita Rebeca de Moraes Ribeiro, de 33 anos, e o de Rosane de Moraes Ribeiro, de 54 - ex-companheira e ex-sogra de Geovane, respectivamente. Em seu Whatsapp, recentemente, Talita tinha deixado uma mensagem em que pedia ajuda para ficar longe do ex. “Ele fez altas coisas comigo, as quais é vergonhoso deixar escrito aqui. Ele não está me deixando em paz, não aceita o fim da relação, vive me perseguindo e não apaga as minhas fotos da rede social dele”, desabafou no texto deixado em um storie.


“Pelo que me disseram, ele estava bastante perturbado na sala da casa. Falou que tinha feito aquilo, mas que ia ter que pagar pelo que fez”, conta o delegado Roberto Lobo, responsável por lavrar o auto de flagrante. As investigações do caso serão repassadas para Paulo Dias, titular da 2ª Delegacia de Homicídios. 


Geovane segue custodiado pela PM no HR. De acordo com a assessoria do hospital, ele está internado na Unidade de Trauma, na Sala Vermelha, em observação. Quando estiver recuperado, será levado ao Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), no Cordeiro, para a tomada das medidas cabíveis.


Fonte: Diário de Pernambuco

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.