Fique atualizado com o

Motiva Gente News
recent

Governo lança projeto para conservação e recuperação do solo da Barragem do Bitury, em Belo Jardim

Edital, que marca o Dia Mundial da Água, visa financiar iniciativas da sociedade civil para áreas degradadas de mata atlântica e caatinga. Estado anunciou, ainda, outras ações voltados à segurança hídrica


Por G1 PE

O governo de Pernambuco lançou, nesta segunda-feira (22), quando é celebrado o Dia Mundial da Água, um edital para financiar projetos da sociedade civil voltados à recomposição florestal de áreas de nascente. Além disso, outras ações para garantir a segurança hídrica do estado foram anunciadas.

A cerimônia, ocorrida no Recife e transmitida pela internet, contou com a presença do governador Paulo Câmara (PSB) e dos secretários estaduais de Meio Ambiente e Sustentabilidade, José Bertotti, e de Infraestrutura e Recursos Hídricos, Fernandha Batista, além do presidente da Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia de Pernambuco (Facepe), Fernando Jucá.


O edital de recuperação florestal tem recursos vindos do Fundo Estadual de Meio Ambiente (Fema), com investimento de R$ 1,8 milhão. O recurso máximo destinado para cada projeto é de R$ 300 mil.


O edital e os documentos com orientação para participar do chamamento público foram disponibilizados no site da Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade.


Os projetos de restauração florestal precisam ser em locais degradados ou em processo de degradação nos biomas da mata atlântica e caatinga, segundo o governo, e devem ser enviados até o dia 23 de junho para os e-mails semaspernambuco@semas.pe.gov.br e consema.pe@semas.pe.gov.br.


A secretaria espera que as ações aprovadas tenham início até o mês de setembro, devendo ser concluídas em até sete meses.


O governo também lançou o projeto Produtor de Água do Bitury para conservação e recuperação do solo e da vegetação nativa da região do Reservatório Engenheiro Severino Guerra, conhecido como Açude Bitury, em Belo Jardim, no Agreste, parte na bacia do Rio Ipojuca.


O projeto, no valor de R$ 460 mil, tem duração prevista de três anos e vai ser executado de forma conjunta pela Secretaria de Infraestrutura e Recursos Hídricos (Seinfra), Semas, Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac) e Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa).


Em 2020, o governo estadual criou o Refúgio de Vida Silvestre Mata do Bitury, que está inserido dentro do território que compreende a APA Serras e Brejos do Capibaribe, nos municípios de Brejo da Madre de Deus, Taquaritinga do Norte, Belo Jardim e Vertentes


Postado no blog Belo Jardim sempre do meu parceiro Cassiel

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.