Fique atualizado com o

Motiva Gente News
recent

Pernambuco suspende vacinação de grávidas sem comorbidade após orientação do Ministério da Saúde

Após orientação do Ministério da Saúde, a Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco (SES-PE) determinou a suspensão da vacinação contra a Covid-19 de mulheres grávidas e puérperas sem comorbidades no Estado.

Apenas as gestantes e mulheres que tiveram filhos há 45 dias e que tenham doença pré-existente devem continuar sendo vacinadas contra o coronavírus - e com o imunizante da Pfizer e a CoronaVac/Butantan.


O uso da vacina da AstraZeneca/Oxford/Fiocruz segue suspenso para todas as grávidas e puérperas.


A SES-PE informou ainda que reúne de forma extraordinária, nesta quarta-feira (12), o Comitê Técnico Estadual para Acompanhamento da Vacinação contra a Covid-19 e a Comissão Intergestores Bipartite (CIB). 


Na reunião, será debatido e pactuado o processo de vacinação no Estado diante da problemática envolvendo grávidas e puérperas.


As secretarias de Saúde de Olinda e Jaboatão dos Guararapes, que usam a vacina da Pfizer, afirmaram à reportagem do Portal Folha de Pernambuco que vão seguir a preconização do Ministério da Saúde e da SES-PE. A Secretaria de Saúde do Recife (Sesau) não retornou o contato.


O Ministério da Saúde deve divulgar, nos próximos dias, uma nota técnica com mais esclarecimentos sobre a vacinação no público de mulheres gestantes e puérperas, inclusive sobre o cumprimento do esquema vacinal daquelas que já fizeram a primeira dose com a AstraZeneca.


A suspensão da vacinação em todo o País de mulheres grávidas e puérperas ocorre como precaução em meio à investigação de um óbito por acidente vascular cerebral (AVC) de uma gestante de 35 anos que recebeu a vacina no Rio de Janeiro. A relação desse caso com a vacina, porém, ainda não foi comprovada.


Até o momento, ao menos 22.295 gestantes já foram vacinadas no País, segundo os dados do Ministério da Saúde. Dessas, 15.014 receberam a vacina da AstraZeneca; 3.414, a CoronaVac e 3.867, a vacina da Pfizer.


Fonte: Folha PE

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.