Fique atualizado com o

Motiva Gente News
recent

Seu WhatsApp pode ser bloqueado nas próximas semanas; saiba como evitar

A partir do próximo dia 15 de maio, entrará em vigor a nova política de privacidade do WhatsApp, com mudanças para conversas entre empresas e clientes. O usuário precisa ficar atento pois o aplicativo vai bloquear todos os recursos de quem não aceitar os novos termos.

 

O WhatsApp não vai apagar a conta de quem não concordar com a nova política de privacidade, mesmo após esse prazo, mas vai dificultar o envio de mensagens – e, após algum tempo, vai bloquear todos os recursos. "Nenhuma conta será excluída em 15 de maio por causa dessa atualização e ninguém perderá funcionalidades”, disse a empresa em comunicado ao The Next Web. “Iremos enviar lembretes às pessoas nas próximas semanas.”

App limitado 

Segundo o WhatsApp, o aviso sobre a nova política de privacidade vem sendo exibido gradualmente para todos os usuários, e a maioria já concordou com os termos. Após o dia 15 de maio, aqueles que não aceitaram as novas regras serão lembrados periodicamente, mas sem ter o funcionamento do aplicativo afetado. No entanto, após várias semanas - período não especificado pela empresa -, o lembrete passará a aparecer de forma persistente, e o acesso será limitado. 


O que acontecerá com quem não aceitar os termos? 


Para os usuários que não aceitarem os novos termos da empresa só poderão enviar mensagens pelo WhatsApp se receber uma notificação, pois ficarão sem ver sua lista de conversas. Também será possível receber chamadas de voz e vídeo.


Após algumas semanas, o acesso ao app ficará totalmente bloqueado, e não será possível nem mesmo receber mensagens ou chamadas.


Se o usuário parar de entrar no WhatsApp, a conta será apagada dentro de 120 dias, seguindo a política referente a usuários inativos. Os dados permanecerão no celular até que o aplicativo seja apagado. Mas, caso o usuário decida voltar "zap", o conteúdo local vai aparecer de novo.


Fonte: Wildes Brito

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.